Yamapi e Toma . Revista 'Potato10/2009

NEWS TRANSLATIONS
Mais uma entrevista com TomaPi... Os temas das conversas vão surgindo em torno das suas infâncias, da primeira vez que se viram e finalmente passamos a perceber de onde vem o espírito para ser o melhor, de Yamashita.
tomapi_oomontyo_enshinge_01
25º Aniversário - Conversa cruzada
Não não mudámos desde aí (1991)
Ikuta Toma
X Yamashita Tomohisa
Trazemo-vos o segundo artigo especial de comemoração dos 25 anos da Potato!
Desta vez, temos dois grandes amigos, por mais de 10 anos, Yamashita Tomohisa e Ikuta Toma.
E podemos ouvir muitas das suas histórias profundas!

[p. 41]
[toma] Ainda falo sobre coisas a Yamashita, com entusiasmo―
[pi] É pelo Toma ter estado [sempre] comigo, que eu estou aqui hoje―
tomapi_oomontyo_enshinge_02
[p. 42]
Comparação entre fotos (1999 - 2009): Confirmado!
“Éramos tão pequenos!”
A Potato pediu que eles fizessem a mesma pose, que nos concederam à 10 anos atrás, e tirando o embaraço deles: "Estamos mesmo a fazer isto~~?", os dois reconstruiram a imagem de pernas cruzadas. Houveram sempre constantes sorrisos durante a secção de fotos, e muito amigavelmente partilharam algumas memórias nostálgicas connosco.
tomapi_oomontyo_enshinge_03

Toma é um amigo especial com quem cresci – Yamashita

Yamashita é um amigo e um camarada para mim – Ikuta

"Havia tenção no ar
Yamashita: Existem tantos fotos nostálgicas~ (disse enquanto via as velhas revistas da POTATO)
Ikuta: Tens razão.... é nostálgico.
Yamashita: Olhando agora para isto, é que se vê o quanto ainda eramos crianças.
Ikuta: As bochechas do Yamashita eram rechonchudas (risos).
Yamashita: Tens razão~. Ahhh, olha para esta. Está aqui um artigo de quando fomos à América juntos.
Ikuta: Ah~, nós fomos mesmo... e se me lembro bem, o Yamashita foi picado por uma abelha, e isso estragou as coisas todas contigo (risos).
Yamashita: É verdade, é verdade! Podias ver a minha tensão a descer completamente. Pensando nisto agora, é estranho pensar que uma coisa tão pequenina me deprimiu tanto na altura…
Ikuta: E ao verem-te assim, os outros membros também ficaram deprimidos (risos). Nós eramos todos mentalmente fracos~.
Yamashita: É verdade… Não importa quantos anos passem, tu nunca te esqueces de momentos como este.... Nós nessa altura andávamos sempre nas mesma secções de fotos.
Ikuta: Pois era. Nós acabámos de tirar uma fotografia com a mesma pose, mas nesta nossa fase é embaraçoso tirar fotos assim (risos).
Yamashita: Quem haveria de imaginar que daqui a 10 anos iríamos tirar a mesma fotografia juntos (risos)... senti um prolongamento de história aqui. Na altura, não era do tipo, íamos brincar mesmo que fosse para tirar fotografias?
Ikuta: Nós passivamos a vida a correr pelo estúdio, e como resultado disso, ficávamos com as roupas da secção de fotos, todas encharcadas de suor, minutos antes das fotos serem tiradas... e todas as vezes, ouvíamos os gritos da estilista e da senhora da maquilhagem.
Yamashita: Éramos tão desagradáveis~.
tomapi_oomontyo_enshinge_04
(Potato: Lembram-se da primeira vez que se conheceram?)
Yamashita: Eu via programas televisivos em que Toma aparecia, portanto eu já sabia quem ele era, mas a verdadeira primeira vez que o vi foi...
Ikuta: ... num estúdio a ensaiar para uma estação de televisão.
Yamashita: É isso, é isso!
Ikuta: O Yamashita estava a usar uma blusa castanha nesse dia e por alguma razão tinha o braço partido (risos). “O quê? Há um rapaz com o braço partido aqui?” Lembro-me de ficar super surpreendido.
Yamashita: Isso porque eu cheguei lá todo atrapalhado (risos). Claro que eu poderia não ter ido, mas queria mesmo participar nos ensaios, então apareci à mesma.
Ikuta: Bem, quando se está num estado como o teu na altura, pensar em estar ou não, era uma coisa claramente a deixar para a próxima... mas na altura, tínhamos sempre aquele sentimento de "Aconteça o que acontecer, tenho de lá estar".
Yamashita: Sim. Os Júniores de modo geral, eram mais agressivos do que agora, ou melhor dizendo, estávamos todos desesperados. Por falar nisso, aquelas aulas de cambalhotas eram tão difíceis~.
Ikuta: Nós éramos constantemente ensinados para desempenhar novas danças, e tínhamos de aguentar até ao fim com tudo o que tínhamos.
Yamashita: Havia muita tenção no ar, a boa tensão, mas os senpai's eram exigentes também... Mas em retrospectiva, penso que foi uma boa experiência passar os nossos dias como Júniores com aquele tipo de ambiente.
Ikuta: Mm. Penso que fui treinado em diversos aspectos, nesses dias.
Yamashita: O Toma nessa altura, já era uma pessoa apaixonada e entusiasta, e era sempre muito sério em relação ao trabalho, dava sempre opiniões sobre roupa, sapatos e coisas do género. E a fazer contraste, eu era todo desmazelado (risos), olhando nesta perspectiva para mim, vejo que era muito imaturo. Estou imensamente agradecido ao Toma por me ter liderado apropriadamente, mesmo quando eu era assim.
Ikuta: ...mas o Yamashita sempre foi um rapaz entusiasta também. Era um miúdo que trabalhava muito a sério sem mostrar qualquer sinal de fraqueza aos outros. Lembro-me de uma vez, quando fizemos uma disputa de hockey na televisão, a primeira vez que ganhaste tinhas lágrimas nos olhos, mas quando o apresentador disse “Estás a chorar” tu disseste uma coisa do tipo: “Não, eu tenho somente suor nos olhos”, uma desculpa tão esfarrapada (risos). Eu fiquei do tipo "até que ponto irás esconder a tua fraqueza dos outros?!
Yamashita: Hahaha! Eu lembro-me disso~. Isso é um episódio tãooo nostálgico.
tomapi_oomontyo_enshinge_05
"Nós não queremos esquecer nunca, os nossos sentimentos enquanto adolescentes
Ikuta: Eu estava na mesma secundária que Yamashita, portanto, quando se pensa a sério sobre isso, pode-se dizer que já passei metade da minha vida com ele.
Yamashita: Pois é~. Estamos juntos desde pequenas criaturas, então mesmo que não digamos nada, ambos sentimos que pudemos falar um com o outro sobre tudo, sem preocupações. Acho que é uma coisa memorável, termos passado os nossos dias de adolescência juntos, que foi quando tivemos as nossas grandes mudanças. Acho que nunca mais vou conhecer alguém a quem pensar "eu cresci enquanto estava com ele".
Ikuta: É como se fossemos amigos, e ao mesmo tempos camaradas.
Yamashita: Sim! …mas tu sabes que é difícil por a nossa relação em palavras~ … a melhor coisa [para ficarem a saber o quanto nos damos bem] era, os leitores virem aqui ao estúdio, e verem pelos seus próprios olhos!
Ikuta: É verdade. Penso que se nos ouvissem directamente, iriamos transmitir muitas outras coisas.
Yamashita: E para mim, receber conselhos de uma pessoa normal ou receber os do Toma, é completamente diferente. Por cada palavra que ele me diz, sinto que também o estou a experienciar, portanto ensina realmente imenso ao meu coração. Quando dou conselhos a outras pessoas, tento sempre utilizar palavras que cheguem ao coração das pessoas em questão, da mesma maneira como toma faz comigo... bem, visto que isto é uma coisa embaraçosa de se concluir, vamos continuar a falar de outra coisa [quis dizer que não queria que a entrevista acabasse com estas frases dele]! (risos)

(Potato: Então, vamos pôr o Toma-kun a falar coisas boas de Yamashita-kun…)
Ikuta: A melhor coisa, quando falamos do Yamashita é o quanto ele se importa com as suas fãs. Eu consigo dizer, que ele faz muito por estar constantemente em contacto com as suas fãs... como os updates que ele faz no seu telemóvel [para escrever no seu diário] diariamente.
Yamashita: É verdade que eu quero mesmo manter os fios de ligação com os meus fãs. Há dias em que não consigo escrever nada de interessante no meu site oficial, por não me estar a sentir muito animado, mas faço-o à mesma com a esperança de que me continuem a apoiar.
Ikuta: E também, acho que é bom [outro ponto positivo] quando estás agressivo, no bom sentido. Hoje, quando Yamashita entrou no estúdio, proferiu as seguintes palavras "Vamos tirar fotografias para que esta secção de fotos fique a capa da revista!” (risos)
Yamashita: Claro. Isso só mostra que quando faço uma secção de fotos tenho sempre em mente o facto de vir a estar na capa! (risos) Tu também tens um lado entusiasmado, nesse sentido, de igual forma.
Ikuta: Sim... Nós não mudámos de todo (risos).
Yamashita: Isso porque não queremos esquecer nunca, os nossos sentimentos enquanto adolescentes.
Ikuta: Nesses dias em que fazíamos desesperadamente de tudo, para ganharmos fãs.
Yamashita: É verdade! E claro que de hoje por adiante, gostaria que nós continuássemos a ser agressivos dessa maneira.
Ikuta: Trabalhando arduamente a nossa ambição.
Yamashita: Mm. Bem, este tipo de sentimentos, também são algo que aprendi com o Toma.
---------

Créditos em inglês aqui.

4 comentários:

  1. APAIXONADA POR ESSES GATOS! MUITO LINDOS ...

    ResponderEliminar
  2. Eles são fantásticos! Também adoro *_*

    ResponderEliminar
  3. Não esperava que eles fossem tão profundos principalmente o yamashita-san! ^-^

    ResponderEliminar
  4. Gostei muito desta entrevista :) mostrou o respeito e a amizade destes dois <3

    ResponderEliminar

Minna obrigada por terem lido o meu post :D
Deiam a vossa opinião sobre o que foi dito e partilhem emoções :D para que eu também me possa divertir a responder-vos!!! Arigatou ♥♥♥